Aproveite as frutas neste verão

“Descascar mais e desembalar menos”. Se esta é a melhor receita para a boa saúde, imagina um alimento que, em muitos casos, nem precisa descascar!

Isto mesmo: são as frutas. Pensou na maçã, na uva, na pera, no morango?  E quando a casca também é alimento, como a da banana? (sabia que ela pode ser usada em bolos? A casca do abacaxi fervida e coada dá um suco delicioso!).

Frutas devem ser consumidas diariamente. São gostosas e indispensáveis pois fornecem vitaminas, proteínas, carboidratos e calorias essenciais ao bom funcionamento de nosso organismo. A recomendação é consumir de três a cinco porções de fruta por dia. In natura e orgânica, se possível.

Pouca gente sabe, mas quer emagrecer? Coma frutas. Elas auxiliam enormemente no processo de emagrecimento porque, além de ricas em fibras e nutrientes essenciais, as frutas reduzem a vontade de comer doce.

Em geral, elas têm poucas calorias, especialmente as ricas em água. Uma xícara de melancia, por exemplo, tem menos de 46 calorias. Frutas são quase sempre pobres em calorias e gorduras. Mesmo uma fruta mais gordurosa, como o abacate, contém o que a nutrição considera ‘gordura boa’. É monoinsaturada e ajuda a equilibrar o colesterol bom. Contém grande quantidade de Vitamina E, beneficiando os sistemas cardiovascular e imunológico.

A fruta é um poderoso aliado no combate à obesidade infantil, prevenindo o aparecimento mais tarde de doenças alastrantes, como a diabetes, problemas cardiovasculares e até mesmo câncer. Por isto, a formação de bons hábitos alimentares, com consumo regular e frequente de frutas, deve começar antes mesmo do bebê nascer, através de uma alimentação equilibrada por parte da gestante.

Hoje, sabemos que o paladar de uma criança é influenciado pelo que a mãe come quando o bebê está em sua barriga.

Por comodidade ou desinformação, os pais dão cada vez mais lanches e comidas industrializadas, nutricionalmente pobres, às suas crianças. São alimentos coloridos, ‘saborosos’, açucarados, cheios de aditivos químicos. Nos Estados Unidos, a previsão é de que em 30 anos, um em cada três cidadãos será diabético.

Dar frutas às crianças é excelente escolha, a qualquer hora, e em qualquer refeição do dia. A fruta já vem pronta para uso. Dê preferência às frutas cultivadas de maneira ecológica e orgânica, sem pesticidas e fertilizantes químicos. O cultivo natural e sustentável preserva e potencializa as propriedades dos alimentos, fazendo bem à saúde.

Consuma frutas da estação

Os alimentos da estação têm seu maior triunfo no fato de ser mais frescos e nutritivos, principalmente porque necessitam de menos reforços e aditivos para seu cultivo. A própria estação favorece a germinação e crescimento. Os alimentos da estação precisam, por exemplo, de muito menos agrotóxicos, pesticidas e fertilizantes. Estas substâncias, usadas na agricultura ‘industrial’, não-orgânica. reduzem o valor nutricional dos alimentos, tornando-os menos saboroso e mais fracos.

Por isto, consuma alimentos cultivados ecologicamente, de forma sustentável e natural. No verão, inclua na sua alimentação diária frutas da estação, como abacaxi, abacate, ameixa, banana, caju, coco, figo, goiaba, jaca, laranja, limão, maçã, manga, maracujá, melancia, melão, pera e uva.

Luisa Macedo Nunes @nutri.luisamacedonunes – Nutricionista Clínica Funcional – integrante do Comitê Multidisciplinar do Instituto Vencer o Câncer

Gostou desse texto? Então compartilhe
Compatilhar no Facebook
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Linkedin
Compartilhar no Twitter

Deixe um comentário