Alimentação Saudável

“Alimentação saudável é coisa séria”. Parece até clichê de tanto que se ouvem pessoas dizendo por aí: “precisa comer mais frutas, legumes e verduras, precisa comer grãos integrais, precisa consumir gorduras boas e proteínas”. 

Mas, em vez de clichê, é verdade comprovada: “Seja teu alimento teu remédio”. E não é só da boca para fora. Ao contrário, é verdade da boca para dentro: consumir diariamente esses alimentos previne o aparecimento de doenças como infarto e AVC, câncer, obesidade, hipertensão arterial ou diabetes, além de proporcionar bem-estar completo. 

Aliás, o conceito de saúde há muito tempo deixou de ser apenas a ausência de doenças. É mais que isto. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), saúde é “um estado de completo bem-estar físico, mental e social e não meramente a ausência de doenças e enfermidades.” 

Hoje, para se praticar um estilo de vida saudável e garantir um estado de bem-estar completo, precisamos observar quatro pilares básicos:

  1. alimentação saudável e equilibrada, aí incluída a hidratação correta.
  2. exercícios físicos regulares.
  3. sono de qualidade. 
  4. saúde mental.

Importante: estes pilares previnem a obesidade, uma das mais graves ‘epidemias’ que hoje assolam o planeta. Ser obeso é um cartão de embarque para várias doenças.

Trilhar o caminho da saúde exige atenção à seta indicando alimentação saudável e equilibrada associada à atividade física diária; uma boa noite de sono (média de 8 horas) sem televisão ou celular; consumo de no mínimo 2 litros de água por dia para uma boa hidratação e cuca fresca (bons pensamentos, meditação, atenção na respiração, controle do stress).

Resumindo: Mens sana in corpore sano (“uma mente sã num corpo são”)

Alimentação saudável é o mesmo que dieta equilibrada e balanceada. Ela deve contemplar os seguintes aspectos:

  1. Variedade: comer diferentes tipos de alimentos dos diversos grupos (proteína, carboidrato, gorduras, vitaminas e minerais).
  2. Moderação: não comer em excesso.
  3. Equilíbrio: comer de tudo um pouco.

Aqui, vão algumas dicas para se levar uma vida mais saudável: 

  • Comer verduras e legumes nas duas principais refeições (almoço e jantar) e três porções de frutas por dia;
  • Reduzir ao máximo alimentos refinados, como farinha branca, arroz branco, açúcar refinado e alimentos industrializados (bolachas, salgadinhos);
  • Trocar os alimentos refinados pelos alimentos integrais, como arroz integral, pão integral, farinha integral, açúcar mascavo ou açúcar de coco;
  • Retirar da alimentação bebidas industrializadas, como refrigerantes e sucos de caixinha;
  • Beber mais água ao invés de bebidas doces. Preferir sempre comer a fruta no lugar de tomar o suco, pelo excesso de frutose e pela ausência das fibras da fruta no suco. Lembrando que, se tem sede, beber água e, se tem fome, comer uma fruta.  Ao comer, você estará ingerindo mais fibras;
  • Preferir alimentos orgânicos sem agrotóxicos e pesticidas;
  • Evitar comer em frente à televisão ou celular. Faça sempre refeições à mesa com sua família. Não brigue ou discuta enquanto estiver comendo;
  • Equilíbrio é a chave de tudo. Não tem problema comer, no final de semana, um bolo ou outro alimento mais calórico, contanto que seja apenas de vez em quando. Coma sem culpa.
  • Faça atividade física! Esta é uma grande aliada, junto com a alimentação saudável para se manter um peso estável e evitar a obesidade. 

Referências

Brasil. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Guia alimentar para a população brasileira – 2. ed. – Brasília: Ministério da Saúde, 2014

SILVA. C.P. Et al. Hábitos Alimentares no Âmbito Familiar E Sua Relação no Desenvolvimento da Obesidade Infantil. International Journal of Nutrology, 2018.

nutricionista Luisa Macedo Nunes
Sobre o autor(a)
Luisa Macedo Nunes

CRN 42157

Nutricionista clínica funcional com foco em nutrição preventiva, emagrecimento saudável com reeducação alimentar e pacientes oncológicos.

Gostou desse texto? Então compartilhe
Compatilhar no Facebook
Compartilhar no WhatsApp
Compartilhar no Linkedin
Compartilhar no Twitter

Deixe um comentário